Era uma vez… Camisa pólo

Antes de mais nada, gostaria de deixar estampada a minha felicidade em fazer parte da nova fase do Rock & Paetês (acessem lá, hein?!) e trabalhar diretamente com a Tainan! E, para (re)começarmos a nova fase, contarei a história de uma peça comum aos armários femininos, masculinos e infantis: a camisa de gola pólo!
Peça comum a todos os públicos, desde a classe D à AAA, todos já tiveram ou ainda vão ter uma camisa pólo, mesmo por ser uma peça básica e que, de um bom material, acaba passando de coleção em coleção sem sair da moda, sendo um coringa.
No seu surgimento, não muito distante, era uma peça totalmente esportiva, que foi desenvolvida por René Lacoste, em 1926. A ideia inicial do seu criador era revolucionar as nada práticas camisas de manga longa, com colarinho e gravata, que os jogadores de tênis era obrigados a vestir. Ao jogar o US Open, Lacoste apareceu com um pulôver de mangas curtas, de algodão branco e colarinho, que em pouco tempo começou a fazer sucesso entre os demais tenistas, já que não era tão quente e facilitava os movimentos.

A inspiração, para batizar a peça, veio dos suéteres que os jogadores de pólo usavam, no século XIX. E, com tamanho sucesso, em 1933, René, junto com o fabricante francês de malhas André Gilier, começou a comercializá-las já com o icônico e desejado crododilo; que fazia referência ao apelido do seu criador nas quadras: “Le Crocodile”.
 
 
Entretanto, foi preciso duas décadas para a marca Lacoste chegar aos Estados Unidos, quando finalmente acontece o boom das camisas pólos e o nascimento de ouras marcas como  Munsingwear e a Ralph Lauren. Com o passar do tempo, as pólos começaram a ter papel semelhante ao da calça jeans nos armários, podendo ser casual ou sofisticada conforme a ocasião, e ganhando verdadeiros status de acordo com a sua marca.
Uma curiosidade: até hoje as pólos da Lacoste são copiadas pelo mundo afora, mas poucas se assemelham na qualidade, pois elas são feitas com um algodão egípcio muito bem trabalhado e botões de madre pérola. Lembrando que, a cada coleção, novas tecnologias são utilizadas na confecção de novos modelos e materiais.
Coluna publicada originalmente no dia 15 de julho de 2014.
Beijinhos,
Logo geral
Anúncios

Um comentário sobre “Era uma vez… Camisa pólo

  1. Pingback: Para homens: Camisa Pólo | Dê Barcelos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s