Saia de saia, mas saia! [2]

Ok, demorou, por vários motivos, mas vamos continuar com o nosso guia sobre saia! Hoje, falaremos sobre os modelos, que aliados aos comprimentos certos, podem fazer verdadeiros milagres com o corpo da mulher!

Sem mais delongas, vamos lá:

Plissada: como o próprio nome diz, são aquelas que o tecido parecem sanfonas. Ideais para quem tem o quadril estreito, já que o caimento gera volume na região. Vão bem para o trabalho, festa e, com acessórios certos, podem ser usadas durante todo o ano.

famosas-saia-plissada

Godê: ou rodada, surgiu e teve seu ápice na década de 1950, sendo mais comuns hoje com cintura mais alta. Ótima para as mulheres mais retas ou que precisem marcar a cintura e balancear as desproporções entre ombros e pernas (corpos triângulo invertido e retângulo). Evite blusas com muito volume, ainda mais se forem mais longas! E, se mais curtas, um short por baixo é sempre útil, nada de fazer a Marlin Monroe, hein?!

saia-gode2

Tulipa:  acinturada e levemente fechada na barra favorece quem quer disfaçar o quadril. Use o comprimento curto se você tiver pernas finas. Elas ficam muito melhores em cintura alta, para não parecer que você escolheu um modelo maior que você!

saia-tulipa-4

Lápis: aquelas justas, que geralmente são mais compridas, bem comuns no comprimentos clássico e midi. Em via de regra, são para as mais estreitas, com menos volume, mas está a Kim Kardashian e companhia para nos contrariar. Ficam bem com salto de bico fino, para alongar a perna e vão com camisestas, camisas e por ai vai. Liberadas do escritório à balada.

saia-lápis

Reta: justas, mas que seguem sem afunilar na barra, uma boa opção para quem tem curvas e não encara a lápis. De qualquer comprimento, só cuidando para não se perder nas proporções e marcações de curvas e parecer uma tábua.

saia-reta

Evasê: são as com corte reto, que abrem na barra, formando um leve “A”. Tornam as produções bem femininas, como as mulheres da década de 1960, podendo ser uma boa opção entre as curtas às midi e, se você for alta, longas. Valorizam bastante o corpo, salientando a cintura e disfarçando o quadril, hein?! Junto com as retas, são as mais democráticas.

saia-evase-com-babados

Balonê: apesar de andarem sumidas, são aquelas que o tecdo forma um balão e não tem uma barra em si. Por serem mais volumosas que as godês, são muito perigosas e muito fáceis de errar e se tornarem um verdadeiro crime fashion. Além, de se escolhida blusas muito delicadas, podem passar um ar infantil.

saias-balone-07

Por fim, agora que vocês já sabem qual o comprimento ideal para cada ocasião e o modelo certo para o seu corpo, misturem esses dois elementos e brinque com essa peça única e elementar no armário de qualquer mulher!

Imagens: Google

Beijinhos,

Logo geral

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s