Vídeo: 1 batom e 4 formas de usá-lo

Na semana passada o vídeo no canal do Youtube foi para as devidas apresentações, mas o de hoje é sobre beleza e como transformar o seu batom favorito em vários, de forma simples e rápida! Ou seja: 1 produto se transforma em 4! 

Batom: Russian Red, MAC | Lápis bicolor de contorno: Yasmine | Pó Translúcido: Vult | Esmalte: Dara, Risqué |Blusa: Zara | Brinco: 25 de Março | Pulseira: Life by Vivara

Ontem, 29, foi comemorado o dia mundial do batom! Sim, existe uma data para um dos produtos de beleza mais antigo do mundo. E, aproveitando a data, hoje ensinei 3 técnicas para transformar o seu batom favorita, seja matte ou cremoso, e ter mais opções de uso. As técnicas, vale lembrar, servem para qualquer cor. Entretanto, no vídeo usei uma batom vermelho para evidenciar mais as diferenças.

Por Denise Barcelos

Por Denise Barcelos

As técnicas

Stan: o batom manchado, que com leves batidas com os dedos dão um ar mais saudável ao lábio e atenuam a cor do batom. Ele ocupará facilmente o lugar de um balm com cor e com uma durabilidade maior.

Convencional: após contornar os lábios com um lápis da cor do batom ou dor de boca, aplique o produto normalmente e tenha o efeito desejado.

De cremoso a matte: para deixar o batom com acabamento seco, aplique com os dedos uma leve camada de pó translucido, deixando o assim com o efeito matte. Evite usar um pó com cor, pois ele poderá modificar bastante a cor.

De matte/cremoso ao verniz: para dar um acabamento lustroso e brilhoso, digno de uma diva de cinema, aplique um gloss incolor ou do tom do batom. Assim, ele ficará com textura de verniz e mais sofisticado ainda.

Não esqueça de sempre hidratar bem seus lábios ou com balms ou hidratantes e, sempre que possível, esfoliar.

Desafio: #7diasdebatom

Imagem: Google

Imagem: Google

A partir de hoje, por 7 dias, postarei lá no meu Instagram (@debarcelos_) um batom por dia! O desafio é usar o máximo de cores. Para mim será um desafio, pois costumo usar sempre os mesmo tons. Você está convidada a participar e vale usar as técnicas do vídeo. Eu te espero por lá, hein?!

Curiosidade: a história do batom 

Imagem: Tumblr

Imagem: Tumblr

Informações extraídas do site da Natura.

É do Egito antigo que vem a forma dos batons que mais se assemelha as que temos hoje. Usado pelos mais altos membros das dinastias egípcias, eles eram feitos de ingredientes muitas vezes venenosos. Em busca de composições mais seguras, eles descobriram o pigmento carmim, extraído de um inseto. A técnica é usada até hoje.

Elizabeth I, a rainha do batom vermelho

A produção de batons tornou-se mais segura e difundida a partir do século 16. Na Inglaterra, a rainha Elizabeth I deu visibilidade ao usá-lo frequentemente. Com sua pele pálida e batom vibrante vermelho, cor que ela conseguia através de uma mistura de cera de abelhas e plantas, a monarca inglesa era constantemente reproduzida em pinturas com os lábios destacados.

Anos depois, a mesma Inglaterra que difundiu o uso do batom vermelho acabou por torná-lo marginalizado. No século 18, as bocas em tons vibrantes, como o vermelho, não eram mais bem-vistas. Existiu até mesmo uma lei que proibia o uso de qualquer tipo de maquiagem antes do casamento. A união poderia até ser anulada caso o marido descobrisse que a mulher havia pintado o rosto sem ele saber. Enquanto os padrões estéticos ingleses restringiam a relação feminina com sua própria beleza, na França a realidade era outra. As mulheres das altas classes sociais eram encorajadas a usar maquiagem já que o “look natural” era reservado à classe trabalhadora.

No século 19, mesmo sendo considerado “falta de educação”, o batom estava nos lábios de muitas atrizes francesas de sucesso, como no caso da cantora Sarah Bernhardt. Quebrando todas as regras, elas até o aplicava em público. Um verdadeiro choque para a época.

As divas e seus batons

Mesmo com os tempos difíceis de escassez e recessão que viriam logo após o fim da Segunda Guerra Mundial, as mulheres não abandonaram seus batons. De acordo com registros da época, no fim dos anos 1940, mais de 90% das mulheres americanas eram adeptas do cosmético. Com a ascensão das grandes divas hollywoodianas, como Ava Gardner, Rita Hayworth, Bette Davis, Lauren Bacall, Elizabeth Taylor e Marilyn Monroe, no fim dos anos 50 esse número subiu a 98%. Mesmo com a chegada de novas cores, o batom sempre esteve presente no nécessaire das mulheres nas décadas seguintes. Nos anos 80, por exemplo, um tom vibrante marcou o look escolhido pela rainha do pop, Madonna, em sua turnê do álbum “Like a Virgin”.

Com a chegada do século 21, o batom vermelho voltou a ser o centro de atenção de muitas produções, firmando-se não apenas como símbolo de sensualidade, mas também como de poder e autoafirmação feminina. A ampla gama de vermelhos faz parte do dia a dia das mulheres em todo o mundo.

Não esquece, quinta-feira que vem tem vídeo novo no ar. Gostou? Curte o vídeo, compartilha com as amigas, deixa sugestões e comentários e se inscreve, porque quem está inscrito assiste primeiro!

Beijinhos,

Assinatura Dê Barcelos

Anúncios

Um comentário sobre “Vídeo: 1 batom e 4 formas de usá-lo

  1. Pingback: Resultado final do desafio do batom | Dê Barcelos

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s