Crônicas: Não era para ser seu

Nas últimas semanas, vendo as conversas que tive com amigas e amigos, analisando as minhas experiências passadas, percebi que muitas vezes somos tão teimosos que vivemos um sofrimento premeditado simplesmente porque aquela pessoa não era para ser sua. Todo mundo sabia, você sabia desde o começo, mas por “n” motivos e desculpas não deu ouvidos e ponto.

desamor (1)

Cara, quantas vezes você conheceu uma pessoa e de cara sabia que era a maior furada, desde o princípio ela deu todos os sinais, letreiros luminosos e sua intuição gritavam, seus fiéis conselheiros disseram, o mundo conspirou de todas formas para não dar certo… Entretanto, por orgulho ou carência, você não quis saber, deu todas desculpas possíveis e imagináveis, mentiu pra si mesmo, e se jogou. Não apenas entrou na relação. Foi com os dois pés, quase que numa voadora, pulou de cabeça no abismo. Achando que estava sendo a pessoa mais corajosa do universo e ia ser feliz como nunca ninguém havia sido.

O vestido

vestido valentino

Nessas horas, eu me lembro de uma das cenas finais do filme nacional “Divã” (se não viu, corre!), na qual a personagem Mercedes, vivida pela talentosa Lilia Cabral, diz para seu ex-marido: “Toda vez que eu vejo você com a Sylvinha, me dá uma pontinha de ciúmes. Parece que eu peguei um vestido muito especial, um Armani, e emprestei pra uma amiga. Aí essa amiga vestiu o vestido e ele ficou muito mais bonito nela, do que em mim. Então ela foi pra um festão e sujou o vestido, derramou vinho no vestido, lambuzou o vestido e o vestido continuava muito mais bonito nela, do que em mim”.

Mas sabe o que é mais impressionante? Pensa comigo: muitas vezes vemos na outra pessoa não o vestido Armani, que usamos e depois emprestamos, mas um Valentino que você se apaixonou na loja, provou, não coube e mesmo assim você o comprou, pois estava em liquidação, a etiqueta o fazia parecer que valia a pena, pensou que iria emagrecer, faria de tudo para que lhe coubesse, o reformaria e, assim, ele seria seu fiel companheiro. Entretanto, no fundo, você sabia que não ia emagrecer e muito menos o reformaria, mas gastou com ele uma bela grana e descobriu que ele não tinha nada a ver com você, não valia aquilo tudo, quiçá seu esforço para tê-lo. Sem esquecer que, quando você estava lá na loja, sua melhor amiga lhe disse que não o levasse, pois ele não era para você, que outro mais sua cara iria aparecer… Ela fez o papel da amiga mala que todo vendedor odeia. Você ficou chateada, brigou, fez cara feia e teimou.

Passado um tempo, depois de lhe ver várias vezes sem o famigerado vestido uma única vez sequer, sua amiga foi seu espelho mais cruel e fez a pergunta que você mais temia: que fim aquele vestido tinha levado? E você teve que, com o rabinho entre as pernas, contar que a compra foi um erro e não serviu para nada. Mentira! Tinha lhe feito sofrer por não conseguir emagrecer ou que tentou reformá-lo e ele se recusou a ficar bonito no seu corpo.

Entretanto, mesmo querendo muito lhe dizer “eu avisei”, ela ficou em silêncio, escutou todas suas lamúrias e estendeu o ombro amigo, enquanto o seu fiel escudeiro quis tudo, menos ficar com você. Não, ele não era mesmo para você e nunca foi. Você que criou todo um roteiro para vocês dois, enquanto ele mostrou que não cabia, não tinha reservas de tecido e todos detalhes que você fingiu que não viu só para sustentar um capricho e provar que era capaz.

foto-041

Por isso, preste sempre atenção nos sinais e confie na sua intuição. Fechar os olhos para o que está escancarado à sua frente não lhe poupará de sofrimentos e nem fará com que uma relação dê certo. O que é para ser seu servirá perfeitamente, mas só quando tiver que ser.

tumblr_n6rf1whlzN1rgb679o1_500

Imagens: Google

Beijinhos,

Assinatura Dê Barcelos

Anúncios

Um comentário sobre “Crônicas: Não era para ser seu

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s