Sobre duas rodas

Hoje o post é para contar sobre uma experiência muito divertida do final de semana: fomos com alguns amigos assistir corridas de motovelocidade do SuperBike Brasil, no Autódromo de Interlagos. Foi muito bacana mesmo!

IMG_2176

Continuar lendo

Anúncios

Ao CCBB, meu muito obrigada

Uma das vantagens de morar em São Paulo é ter acesso a muita arte nacional e internacional, dos mais diversos estilos (do tradicional à arte de rua contemporânea) de graça ou gastando muito pouco. E, dentre tantos lugares maravilhosos para se frequentar, o Centro Cultura Banco do Brasil, vulgo CCBB, tem sido um dos meus favoritos, seja pelas exposições e programações ou pelo café ou pelo lugar em si. Mas, principalmente, por poder ter realizado um dos meus sonhos “artísticos”! Segue lendo, que te conto tudinho!

ccbb-sp-foto-mislene-martins

Imagem: site da Veja

Continuar lendo

Luxemburgo – O último Grão-Ducado do Mundo

Para variarmos um pouquinho os temas, hoje o post fica por conta da colaboração do querido Affonso Recipute, seguindo com a volta ao Mundo, que já passou pela Tailândia, e suas dicas de viagens, com as impressões sobre um país curioso e impressionante: Luxemburgo. Não sei vocês, mas eu já fiquei super curiosa sobre o local e pretendo incluir todas as dicas de roteiro que vocês lerão abaixo, quando for minha vez de pisar em terras européias.

Por Affonso Recipute

Por Affonso Recipute

Continuar lendo

Dos clássicos: Lavallière

Lavallière ou gravata à La Vallière pode assustar pela pompa do nome ou parecer algo do armário masculino, mas nada mais é do que uma gravata muito larga, assemelhada a um lenço, que tem uma laço amplo e estufado. Talvez essa descrição lhe remeta aos livros de história, à França e indumentárias da nobreza do século XIX e com razão, pois de lá que veio o item.

Untitled-15

Continuar lendo

Around the world: Tailândia, parte 2!

Seguindo a nossa viagem pela Tailândia, com o Affonso, hoje vamos continuar o roteiro, contando mais algumas curiosidades. E, no último post da série, que aparece por aqui em breve, conheceremos os principais templos do país! Imperdível!!

Perdeu a primeira parte? Confere aqui!

Acordei cedo no segundo dia, por volta das 5(da madrugada! Hehe!), para aguardar a van que me levaria a Ayutthaya, antiga capital da Tailândia e atual patrimônio da humanidade. São mais ou menos 2 hs de Bangkok, mas vale muito a pena a visitinha. Acabei indo parar numa van cheia de Filipinos e depois que quebramos o gelo do caminho a van virou uma festa, uma cantoria só, não sabendo que era o mais desafinado.

14

Continuar lendo

Around the world: Tailândia!

Olá, pessoal! Como passaram de final de semana? Espero que todos muito bem! E, para começarmos a semana com o pé direito e muito inspirados, iniciaremos uma série sobre a Tailândia, escrita especialmente pelo nosso colunista Affonso Recipute!

Todos os dias iremos acompanhar uma parte do roteiro maravilhoso, que ele fez durante 15 dias, com muitas curiosidades e informações inspiradoras para quem tem vontade de conhecer esse destino tão lindo! Sim, estou babando até agora com as fotos e histórias!

A Tailândia sempre foi um sonho para mim, a princípio, muito distante de ser realizado com a grande distância que separa os dois países. Mas, de certa forma, sempre me senti ligado a esse país, e a partir do momento, que estava com meu ticket em mãos, eu já sabia que alguma coisa iria mudar na minha vida, já sabia que se me entregasse a essa viagem, no sentido de estar aberto a novas experiências e vivências, isso me ajudaria e me transformaria num ser humano melhor. A Tailândia me ensinou que um sorriso sincero vale mais do que mil palavras!

Antes de mais nada, gostaria de compartilhar aqui, momentos únicos que vivi nesse pequeno grande país.

Para começar, falando do meu roteiro, que abrangeu Bangkok, Chiang Mai, Chiang Rai e e a majestosa Ilha de Phuket; a viagem para a Tailândia, para quem vem do Brasil, é muito desgastante! No meu caso, fiz o trajeto Natal – São Paulo – Abu Dabhi – Bangkok, num total de 27 horas de vôo, sem contar o tempo de espera em aeroportos.Mas, digo com toda certeza, que todo esse esforço é válido e recompensado quando se entra no país e se depara com o colorido dos templos, a riqueza de detalhes de cada palácio e a simplicidade e simpatia do povo tailandês!

Continuar lendo